Ensino Superior com Paixão e Inovação!
Joomla Slide Menu by DART Creations
Pós-graduação/Especialização Educação Especial - Intervenção Precoce
Terça, 17 Julho 2012 15:23

Pós-graduação/Especialização em
Educação Especial - Intervenção Precoce


Coordenação: Professor Especialista João Casal

Informações de Funcionamento:

¨ Candidaturas - para proceder à Candidatura nesta Pós-Graduação é necessário preencher o impresso de Candidatura (disponível no link de Candidaturas) e entregá-lo na secretaria do ISCE, juntamente com o Curriculum Vitae (com comprovativos), Tempo de Serviço e Certificado de Habilitações com disciplinas discriminadas.

Horário: Regime pós-laboral

Nota: Os ex-alunos do ISCE estão isentos do pagamento da candidatura.

1. Apresentação do Curso

Ao longo dos anos fomos assistindo a mudanças conceptuais da Intervenção Precoce na Infância (IPI), dada a consciencialização crescente da importância que assume uma estimulação em idades precoces, reconhecendo os primeiros anos de vida como determinantes no desenvolvimento da criança. A IPI age assim numa perspectiva preventiva de eventuais atrasos ao nível do desenvolvimento ou da minimização das consequências destes. A família passa a ser o centro desta intervenção, devendo os técnicos apenas aumentar ou apoiar as capacidades da família para que este possa responder às necessidades da criança.

A actual legislação que enquadra a IPI, através do Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI) - Decreto de lei 281/2009 de 6 de Outubro, confere às Equipas Locais de Intervenção o dever de dar uma resposta e uma intervenção capaz de satisfazer as necessidades da criança e da família apoiada. A intervenção precoce é dirigida às crianças até aos 6 anos de idade, com alterações ou em risco de apresentar alterações nas estruturas ou funções do corpo, tendo em linha de conta o seu normal desenvolvimento, constituindo um instrumento do maior alcance na concretização do direito à participação e à inclusão social dessas crianças e das suas famílias.

Quanto mais precocemente forem accionadas as intervenções e as políticas que afectam o crescimento e o desenvolvimento das capacidades humanas, mais capazes se tornam as pessoas de participar autonomamente na vida social e mais longe se pode ir na correcção das limitações funcionais de origem.

O novo sistema funciona através da actuação coordenada dos Ministérios do Trabalho e da Solidariedade Social, da Saúde e da Educação, com envolvimento das famílias e da comunidade visando, conjuntamente, detectar, sinalizar e garantir condições de desenvolvimento às crianças até aos seis anos, com limitações funcionais, físicas ou com risco de grave atraso no desenvolvimento.

Para alcançar este objectivo, as equipas multidisciplinares de intervenção local são o primeiro nível de acompanhamento e avaliação do desenvolvimento da criança e da adequação do plano individual para cada caso, pelo que o presente Curso de Pós-Graduação/Especialização em “Educação Especial - Intervenção Precoce na Infância”, tem como objectivo aprofundar/adquirir mais competências para o exercício de funções na área da Intervenção Precoce na Infância, no sentido de preparar Técnicos que intervêm nesta área.

2. Objetivos

Tal como acontece em muitos domínios, grande parte da formação em Intervenção precoce tem enfatizado a transmissão de conhecimentos ao nível mais teórico pelo que pretende-se, com este curso, abordar questões numa perspectiva prática de intervenção dos técnicos nas equipas locais, focalizando os aspectos determinantes desta actuação: os primeiros contactos, a intervenção, a avaliação, a relação com a família, conceitos de desenvolvimento, a transição para outros níveis de ensino, etc.

Assim, os objectivos deste curso são os seguintes:

- Desenvolver competências em matérias relacionadas com o desenvolvimento;

- Reconhecer a prioridade da intervenção nos primeiros anos de vida baseada nas capacidades e recursos das crianças e suas famílias;

- Sensibilizar e capacitar os docentes / técnicos para a adopção de um modelo de participação activa da família na tomada de decisão ao longo da intervenção;

- Dotar os participantes de um maior conhecimento sobre a variedade de currículos / programas de intervenção;

- Sensibilizar e capacitar os docentes para a importância de serem sensíveis (no sentindo de compreenderem o vivido pelas famílias do próprio ponto de vista delas), estimulantes (apoiando, estimulando a metacognição da família sobre as suas forças, necessidades e prioridades) e promotores da autonomia da família;

- Criar nos docentes/técnicos a necessidade de desenvolver uma resposta atempada e eficaz às necessidades das crianças com alterações do desenvolvimento e suas famílias;

- Reconhecer a importância do trabalho de colaboração e complementaridade com outros serviços e projectos;

- Capacitar os formandos para o envolvimento crescente da comunidade no processo de sinalização e intervenção atempada.

 

3. Destinatários

Docentes licenciados e profissionalizados com um mínimo de 5 (cinco) anos de serviço docente, em estabelecimentos dos 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário.

Outros profissionais titulares de um diploma do ensino superior. Para estes é conferido um diploma de pós-graduação na área.

4. Plano de Estudos

Unidades Curriculares Créditos

1º Semestre

- Metodologia da Investigação

 

6

- Educação, Desenvolvimento e Dimensão Social

 

6
- Psicopatologias do Desenvolvimento

 

3
- Avaliação e Programação em Educação Especial

 

3
- Necessidades Educativas Especiais de Carácter Prolongado
- Gestão dos Processos Inclusivos na Educação Especial

 

 

6

6

2º Semestre

- Observação e avaliação em Intervenção Precoce na Infância

3

- Programas de Estimulação Precoce: Perspectivas Sociais e Psicopedagógicas

 

6
- Das práticas centradas na criança às Práticas Centradas na Família: Contributos para o Plano Individual de Intervenção Precoce

 

6
- Análise de casos em Intervenção Precoce na Infância
- As Tecnologias da Informação e da Comunicação na intervenção Precoce

 

3

6

- Projeto
6

 

 

Actualizado em Terça, 30 Junho 2015 14:00
 

copyright © 2017 ISCE powered by digisource